IMM beneficia mais de 20 mil pessoas em 2018
22-01-2019 03:04Hs


 

        O Instituto Mundo Melhor (IMM) realizou 20.375 atendimentos no ano passado. Foram 7.431 que realizaram cursos e capacitações de forma presencial e mais 12.944 que participaram de cursos on-line. As atividades foram realizadas em 50 cidades.

        O Instituto realizou cursos que objetivam a ressocialização social em 19 unidades penitenciárias – atendendo 5.024 pessoas. O IMM atua por meio de salas virtuais, oferecendo cursos profissionalizantes aos apenados com o intuito de contribuir para a ressocialização dessas pessoas. Responsável pela oferta dos cursos na plataforma digital, o IMM atua unidades penitenciárias do Paraná, Rio Grande do Sul, Ceará e Alagoas.

Já os cursos voltados à capacitação educacional e profissional de adolescentes e jovens por meio do programa Jovem Mundo Melhor atendeu 4.801 pessoas. “Esses números refletem o quanto estamos valorizando as ações sociais que são imprescindíveis para toda a nossa sociedade”, ressalta o presidente do IMM, Cirlei Pauliki.

O IMM mantém ainda 66 unidades de salas virtuais, que contemplaram 4.265 pessoas.

        Outro projeto que se destacou foi o Jovem Mãe, realizado parceria com o Complexo Pequeno Príncipe e com as Faculdades Cescage, além das Secretarias de Saúde e de Assistência Social de Ponta Grossa, que atendeu 358 adolescentes no ano passado.

 

Escola Restaurativa

Já o projeto Escola Restaurativa, desenvolvido pelo Instituto em parceria com a Comissão de Justiça Restaurativa do Tribunal de Justiça do Paraná, realizou a capacitação de 833 profissionais em 2018. O IMM é parceiro do Tribunal de Justiça do Paraná no âmbito da Justiça Restaurativa. Em Ponta Grossa, o IMM é o responsável, por exemplo, pela impressão do material didático e também por organizar os cursos que abordam o tema em todo o estado.

A Justiça Restaurativa, promovida pelo Tribunal de Justiça, é considerada um método consensual baseada no diálogo, que tem atuado em diversas frentes em todo o país. As práticas desta ferramenta concentram esforços na responsabilização de quem cometeu atos infracionais, buscando também dar voz e valor às vítimas desses casos.

 

Expresso de Informática

O Expresso da Informática Mundo Melhor atendeu somente no ano passado 4.265 mil pessoas. O projeto iniciou suas atividades em outubro de 2011, tendo o objetivo de levar inclusão digital e qualificação profissional de forma itinerante, para diversas comunidades.

O veículo atua em instituições assistenciais do município de Ponta Grossa, escolas municipais participantes da Maratona Intelectual, unidades prisionais em regime semiaberto, Feiras de Serviço e Mutirões da Cidadania realizados em diversos municípios, instituições voltadas às crianças e adolescentes em sistema de contraturno e, em especial, programas para adolescentes em conflito com a lei.